Anterior


O PRINCÍPIO DA OBEDIÊNCIA

08/05/2017

Anterior

Próxima


MELHOR É VIVER EM OBEDIÊNCIA

08/05/2017

Próxima
08/05/2017
ASSIM COMO CRISTO
Por: Pra. Sandra Barroso

“Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois Ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a Si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a Si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. Pelo que também Deus O exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.” (Filipenses 2: 5 - 11).

Se de fato é o Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo nossa fiel regra de prática e vida cristã deveríamos nos basear Nele para compreender e ensinar o verdadeiro princípio da obediência.

Conforme a Bíblia, Jesus é o nosso maior exemplo de Obediência ao Pai. Tendo feito isso por amor ao homem caído. Cristo não se humilhou e obedeceu a Deus simplesmente para ganhar um novo trono, maior ou mais glorioso do que o que já tinha; não se entregou para receber exaltação e glórias eternas, porque tudo isso já possuía. Ele se entregou e obedeceu por amor.

O único propósito de sua entrega foi redimir o homem de sua condição de pecado. Ele não o fez para exibir um título, nem para que fosse honrado publicamente. Todo o seu sacrifício de obediência consistiu em trazer a salvação ao mundo.

A obediência não deve consistir numa moeda de troca em nossas vidas.  Obedecer a Deus deve consistir num propósito e conduta cristã e não simplesmente na visão da recompensa que receberemos. Se formos de fato seguidores de Cristo devemos seguir o princípio de Obedecer ao Senhor com o propósito de servir; o final da nossa obediência não deve ser o nosso próprio sucesso e fama. Quando Cristo foi a Cruz seu objetivo não era atrair os aplausos para si, mas atrair a si aqueles que estavam irremediavelmente perdidos em seus delitos e pecados. 

Não existe Evangelho sem a Cruz. Cristo nos ensinou muito mais o princípio de nos entregarmos e sofrermos uns pelos outros do que o princípio da fama e da honra. Este deveria ser o forte diferencial da Igreja, corpo de Cristo. O Senhor Jesus se esvaziou. Ele abriu mão da sua Glória. Ele não se importou com a sua reputação. Não se importou com a desonra.  

 A Obediência ao Evangelho nos livra da mediocridade. Permite simplesmente que continuemos humanos, passíveis de erros, mas aptos à coerência; nossa obediência deve ser em primeiro lugar para Ele, de todo nosso coração, com nosso culto racional. Obediência não é na verdade a ausência de pensamentos, ausência de questionamento; não é aceitar a massificação, mas receber novos pensamentos. Somos levados a ter a nossa mente cativa a Cristo.  E eu creio que de fato os pensamentos de Cristo não nos atraem a prisão nem a domesticação. 

Obediência não é algo simples ou fácil. Nem sempre concordamos ou entendemos. Mas quem quer ser discípulo anda neste caminho. Reconhece a autoridade de Jesus e se torna a ele semelhante. 










visite nossa igreja

R. Wilhelm Cristian Kleme, 41 - Tijuca
Teresópolis - Rj - 25975-550
Tel: (21) 3641-5142

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.